Estratégia lúdica no ensino de boas práticas de higiene à crianças hospitalizadas

Cinthya Bezerra Sarmanho, Kéven de Paula Gonçalves, Maicon de Araujo Nogueira, Michele de Freitas Melo, Renato da Costa Teixeira

Resumo


Contextualização: O presente estudo relata a experiência do uso de estratégias lúdicas no processo de ensino-aprendizagem de boas práticas de higiene corporal voltado para crianças e seus familiares, que envolveu discentes, docentes, equipe assistencial, usuários e seus cuidadores, durante o estágio supervisionado do componente curricular Enfermagem em Pediatria do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Metropolitana da Amazônia (FAMAZ), num hospital de referência em trauma de Ananindeua, Estado do Pará. Objetivou-se com o presente estudo apresentar as experiências e as atividades vivenciadas por acadêmicos de Enfermagem na orientação sobre higiene corporal voltado para crianças hospitalizadas e seus cuidadores.

Descrição da experiência: Participaram do estudo todas as crianças hospitalizadas, num quantitativo de dezenove crianças e seus respectivos cuidadores, totalizando 38 participantes. A problematização foi a metodologia selecionada para o planejamento das atividades. Durante a fase de observação da realidade, os discentes foram instigados pelo professor, partindo de um tema gerador “Hábitos saudáveis e qualidade de vida”, a identificarem as necessidades das crianças hospitalizadas e de seus cuidadores com vistas a desenvolverem uma ação educativa. Realizou-se uma ação educativa em saúde sobre higiene corporal, com foco na higienização das mãos, corte e limpeza das unhas, banho e escovação dental, tendo como objetivo incorporar esses hábitos não só no ambiente hospitalar, mas na vida cotidiana dos indivíduos.

Considerações finais: A experiência proporcionou a todos os atores envolvidos a constatação da importância das ações de Educação em Saúde, que devem ser executadas nos mais diversos cenários, inclusive no ambiente hospitalar e sempre pautadas nas reais necessidades da população-alvo, a fim de provocar mudanças significativas nos hábitos de vida, promovendo saúde.


Palavras-chave


Educação em saúde, Higiene, Criança hospitalizada, Cuidadores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


IJHE é uma Publicação do Programa de Pós-Graduação Ensino em Saúde na Amazônia, Belém, Pará, Brasil