Bate-papo sobre a sexualidade do adolescente no contexto amazônico: um relato de experiência

Ana Caroline Guedes Souza Martins, Amanda Figueiredo Vale de Aquino, Alace da Silva Peres, Bruna Correa de Mira, Hellen de Paula Silva Rocha, Karine de Paula Martins da Cruz, Paula Carolina Lima de Aviz, Wilker Silva Alves

Resumo


Contextualização: Este trabalho é o resultado da experiência vivenciada por acadêmicos de Enfermagem, durante a disciplina “Povos e Populações Tradicionais da Amazônia”, do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado do Pará, objetivando compreender de que forma a Assistência de Enfermagem alcança a população de adolescentes e jovens quilombolas e ribeirinhos na prevenção da gravidez precoce e de outras temáticas ligadas a saúde do adolescente e do jovem. Descrição da experiência: O estudo iniciou em 2015, precisamente, em novembro com o grupo quilombola em Abacatal, Ananindeua-Pará, posteriormente, no mês dezembro finalizou na comunidade ribeirinha, localizada na ilha de Cotijuba no município de Belém-Pará. Através de metodologias ativas, foram selecionadas palestras e roda de conversa, para abordagem de temáticas sobre a sexualidade, gravidez precoce e métodos contraceptivos, através da educação em saúde, promovendo a troca de experiências e esclarecimentos de dúvidas, além de proporcionar o vínculo profissional com a comunidade e diminuir os riscos em virtude do desconhecimento sobre os temas expostos. Na primeira atividade participaram 15 adultos jovens, enquanto que na segunda atividade participaram 28 adolescentes. Durante as atividades obteve-se como foco o respeito à cultura e suas formas de vivenciar a sexualidade. Considerações finais: Assim percebeu-se a importância da promoção da saúde aos povos e populações tradicionais, visto que necessitam de um “olhar” mais específico frente à dificuldade de acesso aos serviços de saúde e principalmente de informações que estimule a autonomia referente aos cuidados necessários para uma vida saudável.


Palavras-chave


Educação em saúde, Sexualidade, Jovens, Enfermagem.

Texto completo:

PDF

Referências


Silva RF. Valores culturais que envolvem o cuidado materno ribeirinho: subsídios para a enfermagem [dissertação]. Rio de Janeiro: UNIRIO; 2009.

Freire P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à pratica educativa. São Paulo: Paz e Terra; 1996.

Abramovay M. Juventude e sexualidade. Brasil: UNESCO. Brasília; 2004.

Fiedler MW, Araújo A, Souza MCC. A prevenção da gravidez na adolescência na visão de adolescentes. Texto Contexto Enferm. 2015;24(1):30-7.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


IJHE é uma Publicação do Programa de Pós-Graduação Ensino em Saúde na Amazônia, Belém, Pará, Brasil